Dicas Roteiros

Conheça a Capadócia

12 de abril de 2019

autor:

Conheça a Capadócia

Conheça a Capadócia

Se você acompanha blogs e perfis nas redes sociais que falam sobre viagens, provavelmente já deve ter se deparado com uma foto linda como esta abaixo. A Capadócia é uma região que fica no centro da Turquia, a cerca de 290 km de Ancara, capital do país, ou a 730 km de Istambul. A região é famosa pelas cidades subterrâneas, pelos cavalos selvagens, por ser o local de nascimento de São Jorge (sim, o santo guerreiro) e principalmente pelos passeios de balão, que flutuam entre formações rochosas deslumbrantes. A mistura de paisagens incríveis, cultura e história fazem esse destino ser desejado por 9,5 a cada 10 viajantes (só para não generalizar).

Este texto apresenta um compilado de informações importantes que, além de contar um pouco da história do local, também vai ajudar bastante quem pretende conhecê-lo. Vem com a gente!

Informações básicas

Como dissemos no começo do texto e diferente do que muitos pensam, a Capadócia não é uma cidade e sim uma região formada por pequenas cidades e vilarejos. Ao todo são doze delas, sendo Kayseri a maior e Gorome a mais estruturada para receber turistas, afinal esta é reconhecida como Patrimônio Mundial da Unesco e por isso também considerada a cidade mais importante da região. Ainda tem Nevsehir, Aksaray, Nigde, Derinkuyu, Kaymakli, Ihlara, Uçhisar, Urgup e Avanos.

Como chegar

Nós, brasileiros, costumamos chegar na Turquia por Istambul. A partir desse pressuposto, há duas formas de chegar na região da Capadócia: de avião e ônibus.

A Turkish Airlines voa dos dois aeroportos de Istambul para lá. Já a Pegasus Airlines viaja apenas do aeroporto de Sabiha Gokcen até o aeroporto de Kayseri Erkilet (na Capadócia). Ainda há as companhias Onur e Sum Express, mas as duas citadas anteriormente são as mais conhecidas.  O trajeto dura cerca de 1h15.

Já as viagens de ônibus duram entre 10 e 12 horas . Há diversas empresas que fazem o trajeto e é uma boa opção para quem deseja economizar.

Carro também é uma alternativa interessante, pois permite ao viajante mais autonomia para circular na região. Se você não quiser ficar refém das empresas locais e quiser fazer seu próprio roteiro, essa pode ser a solução.

Como se locomover pela Capadócia?

Como dissemos, o carro é uma opção. Além disso, também há a possibilidade de contratar um guia ou uma das dezenas de empresas que disponibilizam o serviço de passeio. Inclusive, há hotéis que já vendem o pacote vinculado com uma delas. Transporte público?  Não existe, já pode descartar.

Qual o tempo de estadia ideal?

Depende. Em dois dias é possível conhecer pelo menos as principais atrações. Além disso, te dá uma margem para fazer o tão aguardado passeio de balão. Afinal, há dias que devido ao mal tempo os balões não sobem. Isso é comum especialmente no inverno onde a região fica sujeita a fortes ventos e temperaturas mais baixas. Para fazer tudo com bastante calma, três dias não é exagero.

Estadia

As  duas melhores cidades para se hospedar são Goreme e Urgup, tanto por serem localizadas  em uma posição estratégica, como pela infraestrutura.  Goreme é a escolha mais comum. A cidade é uma graça. Charmosa, tem bons restaurantes e opções de hospedagem que vão desde as mais modestas até as mais requintadas.

Passeios imperdíveis

Chegamos na melhor parte do texto. Chega de burocracia, agora é hora de turistar! Já que você está em Goreme, que tal conhecer de cara o Open Air Museum?

  • Open Air Museum: próximo ao centro da cidade, ele é reconhecido pela UNESCO como patrimônio mundial. Trata-se de uma colina com dezenas de monastérios, capelas e igrejas do período Bizantino (lembra das aulas de história?), datadas dos séc. X, XI e XII, cavadas nas rochas, com abóbadas, altares e colunas projetadas. Um espetáculo cheio de misticismo e onde há lindas ilustrações sobre a vida de Cristo.
  • Cidades subterrâneas: se a superfície é um show a parte, o subterrâneo não fica para trás. São mais de 100 cidades debaixo do solo, mas apenas 37 já foram abertas.  Adivinha? Todas são consideradas patrimônios da Humanidade pela UNESCO. Historicamente essas estruturas eram habitadas por algum tempo por cristãos fugindo da perseguição religiosa. As mais conhecidas são: Derinkuyu e Kaymakli.
  • Catedral Selime: essa é considerada a maior catedral esculpida do planeta. Ela representa tudo que a Capadócia tem a oferecer – a história, o misticismo e o aproveitamento da geografia única do local.
  • Vale do amor: esse local é marcado pelas suas inconfundíveis formações geológicas, as chamadas chaminés de Fadas. Inclusive é por causa do formato dessas obras da natureza e não necessariamente pelo romantismo, que o vale recebe esse nome. Ficou curioso? Dá um Google e confere.
  • Passeio de Balão: a cereja do bolo. Aquele momento de contemplação que vai ficar marcado na memória e também aquela selfie que vai bombar nas redes sociais. Você já viu de perto o solo, agora é a hora de ver toda a beleza da região de cima.  Tudo isso com outros balões no céu que contribuem para um espetáculo visual inesquecível.

E aí, bateu a vontade de arrumar as malas? Toda semana tem conteúdo novo aqui no blog do yzzer.com.

Comente aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *