Corporativo Dicas Notícias

Conheça as novas regras de bagagens

14 de fevereiro de 2019

autor:

Conheça as novas regras de bagagens

Conheça as novas regras de bagagens

Viajar de avião requer muita atenção às regras, principalmente agora. Se antes todas as companhias brasileiras despachavam bagagem de 23kg para voos nacionais e 32 kg para voos internacionais sem custo extra, saiba que essa regra mudou. Desde 2017 as cias aéreas adotaram novas regras de bagagem e é muito importante, antes de tomar qualquer decisão, analisar o que mais compensa para você.

As novas regras, estabelecidas tanto pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) quanto pelas companhias aéreas, interferem diretamente no peso e medidas das malas de mão e das despachadas. Sabendo que não é fácil decidir, o yzzer.com te dá uma ajudinha extra. Para isso, separamos algumas regras importantes que você precisa saber antes de comprar a sua passagem. Confira!

Bagagem de mão

Este tipo de bagagem é aquela pequena mala que levamos com a gente no avião e colocamos na parte superior dos assentos. Como antigamente era usada apenas para levar poucos itens, já que nos bilhetes aéreos incluía pelo menos uma bagagem despachada, seu peso limite era de 5 kg. Com as novas regras, muita gente passou a levar apenas a bagagem de mão durante a viagem, já que, muitas vezes, pagar para despachar uma bagagem poderia sair do orçamento. Se existe um lado positivo dessa mudança, é que agora os viajantes podem levar até 10 kg na mala de mão em voos domésticos e internacionais.

Com relação ao tamanho da mala, no Brasil não há uma regra fixa. Mas de forma geral, o que é aceito pelas empresas são malas com até 115cm (somadas altura, largura e profundidade).

Fique atento: para quem tem costume de viajar, pode parecer repetitivo, mas para quem não tem, é importante ficar de olho com os objetos e produtos levados na mala de mão. Nada de materiais cortantes, produtos inflamáveis ou qualquer item que represente risco à segurança durante o voo.

Líquidos: o transporte de líquidos varia. Em voos nacionais, é possível levar produtos de até 300ml ou 300g. E bebidas alcoólicas de até 1 litro, totalizando 5 litros no máximo. Já em voos internacionais a regra é mais restrita: apenas frascos com até 100 ml, totalizando 1 litro. Todos os produtos devem estar em sacos plásticos transparentes (muitos aeroportos oferecem, mas é mais garantido levar o seu). Bebidas, perfumes ou qualquer outro produto líquido comprado nos free shops no dia do embarque e que forem lacrados fogem à regra com apresentação da nota de compra. Fique atento para não deixar nada importante no aeroporto! Regras são regras.

Bagagem despachada

Com as novas regras, as companhias aéreas já não são mais obrigadas a incluir a bagagem despachada no valor da passagem e, por isso, passaram a cobrar uma taxa extra por esse serviço. Cada empresa delimita seus valores e condições no momento da compra dos bilhetes ou posteriormente, caso o cliente desejar adicionar a mala extra passado algum tempo.

Percebendo que ainda assim muitos viajantes preferem despachar uma mala e garantir que nenhuma roupa ou itens de interesse fiquem fora da aventura, as cias aéreas oferecem diferentes tarifas de uma mesma passagem para todos os bolsos e necessidades. Com isso, pagando uma diferença no preço você pode incluir a bagagem, marcar assento, ter flexibilidade de alteração de voo e dentre outras possibilidades.

Voos nacionais: como é de se imaginar, em voos nacionais a tarifa mais acessível dificilmente incluirá no valor a mala despachada. É importante analisar bem antes de comprar o que mais compensa e não se deixar atrair apenas pelo valor mais baixo, se o seu interesse é despachar a bagagem. Fique atento às promoções! Provavelmente elas não incluem o despacho da bagagem e o barato pode sair caro. Confira todas as condições antes de comprar!

Voos internacionais: muitas companhias ainda incluem no valor da tarifa mais barata a bagagem despachada, sendo que se antes era possível despachar uma mala de 32kg sem custo extra, hoje em dia esse número reduziu para 23 kg – mas assim como falamos, é importante certificar antes de comprar quais são as regras da companhia aérea, já que isso não é uma regra definida pela ANAC e que pode variar de acordo com cada empresa e tarifa.

Gostou das dicas? O importante é ler bem todas as condições da passagem aérea antes de comprar. Assim garante uma viagem tranquila e sem surpresas desagradáveis!

passagens-baratas-yzzer

 

Comente aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *